FERRAMENTAS: PNEUMÁTICAS X ELÉTRICAS

Uma das formas mais comuns e úteis de usar ar comprimido é acionando ferramentas pneumáticas, também conhecidas como ferramentas de ar. Existem muitas vantagens nas ferramentas movidas a ar que as tornam a maneira ideal de usar ferramentas na indústria de manufatura – ou em qualquer ambiente que requeira a operação de ferramentas por longos períodos de tempo.

Se você está considerando a mudança de ferramentas elétricas para ferramentas pneumáticas -movidas a ar- e ainda não tem um compressor de ar ou tem apenas um pequeno que não é suficiente para suas necessidades, não se assuste com o valor inicial da ferramenta. Com uma análise cuidadosa da economia no custo de ferramentas e reparo e o benefício adicional do ar comprimido para uso em uma infinidade de outras tarefas, você provavelmente descobrirá que o custo de uma ferramenta pneumática de qualidade não será uma grande desvantagem no longo prazo, se comparado às ferramentas elétricas.

OS MAIORES BENEFÍCIOS DAS FERRAMENTAS MOVIDAS A AR SÃO:

  • Design leve e simples;
  • Fonte confiável de energia;
  • Custos mais baixos de compra e manutenção de ferramentas;
  • Versatilidade de uso;
  • Energia segura.

Você pode estar tentando reunir informações para decidir se as ferramentas pneumáticas são a escolha certa por isso, nós preparamos alguns pontos importantíssimos pelos quais as ferramentas elétricas podem ser inferiores em relação às ferramentas pneumáticas, confira.

DESIGN LEVE E SIMPLES:

Como cada ferramenta pneumática não tem um motor próprio (porque funciona com a energia do compressor de ar), as ferramentas pneumáticas são significativamente mais leves do que as ferramentas elétricas. Isso é especialmente vantajoso para aqueles que usam ferramentas por um longo período de tempo. Lixadeiras pneumáticas, esmerilhadeiras, pistolas de pulverização e jateadores de areia são apenas algumas das ferramentas que funcionam continuamente em uma variedade de ambientes.

FÁCIL DE CONECTAR:

Ocorrência muito baixa de mau funcionamento (sem superaquecimento, curto-circuito ou risco de curto-circuito)

  • Treinamento rápido do usuário;
  • Fácil de manter, pois há menos peças móveis;
  • Aproveite os custos mais baixos.

ECONOMIA:

Certamente há circunstâncias em que você verá menores custos de energia com ferramentas elétricas, especialmente com uso irregular para operações de baixa potência. No entanto, quando as ferramentas são usadas continuamente, as ferramentas pneumáticas são as mais econômicas na maioria das situações. Você verá a maior economia para aplicações profissionais, tanto no custo das ferramentas quanto no consumo de energia. Os custos de energia podem ser controlados em um sistema de compressor de ar de muitas maneiras e é a melhor opção para se manter os custos baixos.

CURIOSIDADE:

Em um período de 10 anos, o uso de energia é a maior despesa de um sistema de ar comprimido em cerca de 76%, com equipamentos e custos de manutenção ambos em 12% para uma instalação de fabricação típica. No entanto, a fonte de alimentação confiável e a baixa taxa de desgaste da ferramenta podem ser o benefício mais atraente para a sua situação. Deixando de lado o custo do compressor de ar, a compra inicial de uma ferramenta de ar, bem como a manutenção e a frequência de substituição, é menor do que o equivalente elétrico.

Se quiser saber mais sobre ferramentas pneumáticas ou compressores de ar, basta clicar aqui e conhecer todas as opções que a Aluga Solda preparou para você. E caso tenha gostado deste artigo, não se esqueça de compartilhá-lo em suas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?